fechar
Olimpiadas

Uma última menção da Olimpíadas Rio 2016 que não pode deixar de constar neste blog…

Eu sei que as Olimpíadas Rio 2016 já terminaram, mas há um fato olímpico ocorrido que demonstra o elevado espírito olímpico que deve ficar registrado…

Eu escrevi neste blog duas artigos sobre as Olimpíadas Rio 2016: Grandes lições dos Jogos Olímpicos – Parte 1 e Parte 2.

Em ambas, constam histórias de vitória, superação e determinação.

Apesar do atraso, não poderia deixar de publicar um dos acontecimentos mais belos que ocorreram nestas Olimpíadas.

Nikki Hamblin da Nova Zelândia e Abbey D`Agostino dos Estados Unidos competiam na prova de atletismo de 5000 metros.

Por volta dos 3200 metros, Hamblin tropeçou e acabou, infortunadamente,  por derrubar D´Agostino que vinha logo atrás dela.

D´Agostino levou a pior e ficou lesionada com a queda.

Hamblin não hesitou. Ela parou a prova para ajudar D´Agostino a se levantar e, assim, ambas finalizarem a prova.

olympics-rio-2016

Devido o espírito de solidariedade e espírito olímpico, ambas ganharam uma vaga nas finais. Além disso, elas  foram agraciadas com a medalha Pierre de Coubertin, concedida apenas a atletas que demonstram elevado grau de espírito olímpico.

Que belo exemplo , estas atletas deram ao mundo inteiro…

Fonte:

Post Corredoras se ajudam após colisão e vão para final mesmo chegando em último por Leticia Flores no site Awebic

http://awebic.com/humanidade/campeas-do-espirito-esportivo-corredoras-olimpicas-se-ajudam-apos-colisao-em-prova-e-vao-para-final/

Tags : esporteexemplo
Rogerio Chinen

O Autor Rogerio Chinen

médico formado na UNIFESP
aficcionado por cinema e tecnologia
interessado em questões filosóficas e sobre o conhecimento humano
idealizador, criador e webmaster do site Espiral de Valor

Leave a Response

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE