fechar
SpinSpin out

O impacto do uso da bicicleta na economia européia…

BikeSunset

O impacto do uso da bicicleta na economia européia…

Novo relatório de ECF, nos fornece dados impressionantes sobre o impacto que o uso rotineiro da bicicleta nos grandes centros urbanos podem provocar.

A ECF (European Cyclists Federation) publicou um relatório The EU Cycling Economy – Arguments for an integrated EU cycling policy (tradução livre: A Economia do Ciclismo – argumentos para uma politica de ciclismo na União Européia.

O relatório começa afirmando que o ciclismo está em pausa não apenas em áreas específicas como meio ambiente e transporte, mas também em áreas como indústria, emprego, saúde, e política social.

Também defende que o ciclismo pode contribuir de forma significativa para o cumprimento de 12 das 17 Metas do Desenvolvimento Sustentável definidas pelas Nações Unidas.

O benefício do ciclismo foi avaliado em nove áreas:

 

Os benefícios para União Européia foram estimados em 513,19 bilhões de Euros.

Vejam a seguir a economia em cada área especifica:

  • Meio ambiente e clima – 15,43 B Euros (com redução da emissão de CO2, redução da poluição do ar, redução da poluição sonora, economia com infraestrutura)
  • Energia e recursos – 2,8 B Euros (economia com combustível, economia na produção de bicicletas ao invés de carros,
  • Saúde – 191,27 B Euros (menor mortalidade, menor morbidade, melhora da saúde mental, benefícios para as crianças, menos acidentes de carros, menos faltas no trabalho por problemas de saúde)
  • Microeconomia – 63,09 B Euros (produção de bicicletas, vendas e reparos, ciclo turismo)
  • Tecnologia e Design – 20 B Euros (benefícios com o planejamento urbano, smart cities)
  • Tempo e Espaço – 131 B Euros (qualidade do tempo gasto ao pedalar, compras com bicicleta, economia de tempo para os pais permite melhora do bem estar para as crianças, qualidade do espaço publico).
  • Social – 50 B Euros (igualdade social, igualdade de gêneros, desenvolvimento das crianças, maior segurança).
  • Mobilidade – 29,6 B Euros (menos congestionamento, construção e manutenção da infraestrutura, subsídios de transportes públicos, conectividade – intermodalidade, impostos)
  • Diversidade – 10 B Euros (resiliência, conexão entre as pessoas, acessibilidade)

 

Vale a pena conferir o relatório completo para informações mais detalhadas.

Acesse neste link.

Talvez a solução para muitos dos nossos problemas das grandes cidades não esteja em uma nova e inovadora tecnologia, mas sim, na antiga, boa  e prazerosa bike.

Seria a bike o transporte do futuro?

Fonte:

Post Entenda como a bicicleta pode gerar uma economia de 513 bilhões de euros por ano para a Europa por Redaçao Hypeness no site Hypeness

http://www.hypeness.com.br/2017/02/entenda-como-a-bicicleta-pode-gerar-economia-de-513-bilhoes-de-euros-por-ano-para-a-europa/

Tags : mobiilidade urbanasustentabilidade
Rogerio Chinen

O Autor Rogerio Chinen

médico formado na UNIFESP aficcionado por cinema e tecnologia interessado em questões filosóficas e sobre o conhecimento humano idealizador, criador e webmaster do site Espiral de Valor

Leave a Response

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE