fechar
Divertir, mas inspirarFilmes

Resenha do filme As Cinco Pessoas que Você Encontra no Céu … adaptação do livro homônimo nos ensina um lição muito importante…

fivepeople2

Resenha do filme As Cinco Pessoas que Você Encontra no Céu … adaptação do livro homônimo nos ensina um lição muito importante…

Sinopse: Eddie é um idoso que teve uma vida muito dura. Ele teve uma infância com uma educação rígida do pai, passou sua juventude nos horrores da guerra, trabalhou durante toda sua vida como mecânico responsável pela manutenção de um parque de diversões. Ao morrer, ele vai para o Céu e encontra cinco pessoas que fizeram parte de sua vida e o estão aguardando para prepará-lo para sua nova jornada. 

Reflexões:

Todos estamos conectados

Procurar fazer tudo com empenho e dedicação, por mais insignificante que pareça o trabalho

Resenha:

Esta resenha contem spoilers. Sugiro ler esta resenha após ter assistido este ótimo filme.

O filme é baseado no livro homônimo “As Cinco Pessoas que Você Encontra no Céu” de Mitch Albom.

O filme conta história de Eddie, mais conhecido por todas as crianças do parque de diversões como Eddie Manutenção (devido o seu crachá de identificação). Ele encarava sua profissão muito a sério, checando todos os brinquedos do parque de diversões repetidas vezes, procurando garantir a segurança de todas as crianças.

Um certo dia, com o intuito de salvar uma criança em perigo, Eddie acaba falecendo. No Céu, Eddie encontra com cinco pessoas que de alguma forma tiveram suas vidas na Terra impactadas por Eddie, tanto de forma positiva como de forma negativa.

the_five_people_you_meet_in_heaven_the_blue_man

Ao longo do filme, somos apresentados ao passado de Eddie, vemos seus sonhos, seus medos, suas dificuldades, o que levou ele a ficar manco devido a um ferimento no joelho durante a guerra, o Amor de sua vida. Eddie acredita que tenha levado uma vida ordinária, sem sentido, uma vez que não conseguiu realizar seu sonho de ser engenheiro.

Isto é tão verdadeiro para Eddie que sua maior preocupação no Céu é descobrir se conseguiu salvar a menina que estava em perigo no parque. Para Eddie, seria o único legado de sua vida.

Ao final do encontro com as cinco pessoas, Eddie (e também o espectador) consegue vislumbrar que não desperdiçou sua vida. Ele impactou a vida de milhares de pessoas, realizando seu trabalho com amor e dedicação, sempre prestativo e carinhoso com todas as crianças que visitaram o parque.

Ele também descobriu que causou a morte de pessoas também, mesmo sem ter consciência disto durante toda sua vida. O filme deixa claro uma constatação da qual estou cada vez mais consciente: tudo está conectado.

Você já parou para pensar no número de pessoas que cruzam nossa vida? Não apenas nossos familiares, nossos amigos e colegas de trabalho, como também o número de pessoas estranhas que cruzam a nossa vida dia a dia.

Um ato de generosidade que você faça para alguém, por menor que seja para você, pode ser um ato marcante e decisivo na vida da outra pessoa, que por sua vez, já influenciará suas ações futuras e impactará a vida de outras pessoas… e por aí vai… É o chamado efeito onda… o Ripple Effect…

O mesmo funciona do lado negativo, tratamos alguém mal e ,imediatamente, dependendo de como a pessoa receber sua influencia, esta irá agir mais agressivamente nas suas próximas ações.

O filme ainda mostra que esta influência sobre os outros pode nos ser imperceptível.   Inconscientemente, ele causou a morte de um colega do parque de diversões, causou a morte de uma criança vietnamita e causou a alegria de milhares de crianças e pais que visitaram o parque de diversões.

Enfim, é um filme que vale a pena ser visto e após o filme refletir consigo mesmo sobre os conceitos apresentados no filme. A morte chega para todos, mais cedo ou mais tarde. Com certeza, ninguém quer desperdiçar sua vida, mas o melhor é saber que não precisamos criar uma grande empresa, inventarmos algum produto que revolucionará o mundo ou nos tornar um grande governante para fazer nossa vida se tornar válida. Basta fazer tudo com empenho e dedicação e sempre ter em mente que tudo está conectado.

Frases para refletir: –

Ficha Técnica:

fivepeopleposterNome : Five People You Meet in Heaven

Tradução : As Cinco Pessoas que Você Encontra no Céu

País : USA

Ano: 2004

Diretor: Lloyd Kramer

Nota IMBD:  7,4

Nota Rotten Tomatoes:  82% (audiência)

Premiações: 8 nomeações

Citações:

Holding anger is a poison…It eats you from inside…We think that by hating someone we hurt them…But hatred is a curved blade…and the harm we do to others…we also do to ourselves…

Sustentar a raiva é um veneno… Ela te consume por dentro… Nós achamos que odiando o outro nós o machucamos… mas o ódio é uma lamina curva… e a injúria que causamos aos outros… nós também causamos a nós mesmos…

There are no random acts…We are all connected…You can no more separate one life from another than you can separate a breeze from the wind…

Não  há atos randômicos… Nós todos estamos conectados… Não se pode separar uma vida de outra assim como não separamos uma brisa do vento…

Strangers are family you have yet to come to know.

Estranhos são familiares que nós ainda não conhecemos.

In heaven, there is no judgment, but rather an opportunity to examine our lives-who we touched, the choices we made, and the consequences of those choices.

No Céu, não há julgamentos,  há uma oportunidade para examinarmos nossas vidas – quem nos tocamos, as escolhas que fizemos, e as consequências destas escolhas.

Trailer:

Tags : filme
Rogerio Chinen

O Autor Rogerio Chinen

médico formado na UNIFESP aficcionado por cinema e tecnologia interessado em questões filosóficas e sobre o conhecimento humano idealizador, criador e webmaster do site Espiral de Valor

4 Comentários

Leave a Response

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE