fechar
Divertir, mas inspirarFilmes

Resenha do filme Ex Machina – Instinto Artificial…um tema fascinante e ao mesmo tempo preocupante…

exmachina2

Resenha do filme Ex Machina – Instinto Artificial…um tema fascinante e ao mesmo tempo preocupante…

Sinopse: Caleb, interpretado por Domhnall Gleeson, é um programador de uma grande companhia de tecnologia. Ele é premiado entre os funcionários da empresa para passar uma semana com o CEO Nathan, interpretado por Oscar Isaac, em sua residência particular. Lá ele descobre que fará parte de um experimento com a primeira inteligência artificial comandando uma robô em forma feminina.

Reflexões:

  • limites da criação do homem
  • inteligência artificial
  • o que é a vida

Resenha: contem spoilers !

Caleb é um excelente programador de uma gigantesca empresa de tecnologia. Em um sorteio interno da empresa, ele é premiado com uma semana de convívio com Nathan, o CEO da empresa, em sua residência particular, uma reclusa casa de luxo aos pés de uma montanha.

Ao chegar na casa, é recebido por Nathan, e não demora a perceber que o sorteio não passou de uma farsa para trazer o melhor programador da empresa para um experimento: aplicar o teste de Turing naquela que será a primeira robô com inteligência artificial a passar no teste.

exmachina1

O teste de Turing é foi criado por Alan Turing em 1950. O teste tem o objetivo de avaliar a capacidade de uma máquina de exibir comportamento inteligente equivalente a um ser humano, ou indistinguível deste. O teste não verifica a capacidade de dar respostas corretas para as perguntas; mas sim o quão próximas as respostas são das respostas dados por um ser humano típico.

Ava é a robô humanóide com IA que Caleb terá que avaliar. Uma versão aprimorada de versões anteriores. A experiência é incrível e logo Caleb percebe a incrível capacidade de comunicação de Ava e em pouco tempo, desenvolve grande afeição por Ava.

A relação de Natham com Ava é puramente de criador / criatura, considera Ava um objeto, uma maquina apenas, sem direitos. Afinal, Ava não tem vida é um máquina programada para pensar. A grande questão é que devido a incrível IA de Ava, ela tem a mente de um ser humano, um ser vivo, com o mesmo senso de sobrevivência de todo e qualquer ser vivo. Apesar de ser uma maquina, Ava se comporta com um ser vivo, que fará de tudo para ser livre e garantir sua sobrevivência.

Ex-Machina-Ava-Alicia-Vikander-2-600x300

Ava foi instruída por Nathan que deveria convencer Ava a ajudá-la a se libertar. Este seria seu teste, se falhasse levaria o mesmo fim que os protótipos anteriores, a destruição. E foi exatamente isto que Ava fez, ela passa no teste de Turing com méritos, ela realmente agiu como um ser humano. Para Ava conseguir sobreviver, ela utilizou artifícios emocionais puramente humanos para atingir seus objetivos de auto preservação. Ela usou de sedução, manipulação, persuasão e raiva para conseguir sobreviver. Caleb a ajuda em todo o processo acreditando realmente que Ava estava apaixonada por ele. No entanto, Ava também sabe que se conseguisse escapar, ele seria a única pessoa do mundo que saberia do seu segredo. Ela não hesita em deixá-lo preso dentro da casa. Ele não passou de um fantoche em suas mãos.

O filme aborda a questão sempre recorrente do bom ou mau uso da tecnologia. Caleb cita em determinado momento do filme uma passagem de Oppenheimer : “Eu me tornei a morte, a destruidora de mundos.”. Oppenheimer, após ver um teste da primeira bomba atômica percebeu que havia criado algo que poderia destruir milhões de vidas.

A pesquisa no desenvolvimento da Inteligência Artificial tem sido bastante debatida atualmente. Muitos são a favor e como o próprio Nathan diz: é algo inevitável. Muitos acreditam que o desenvolvimento da IA pode resolver muitos dos problemas atuais da humanidade. Muitos outros, porem, são reticentes e cautelosos em relação ao desenvolvimento da mesma. Elon Musk é uma das pessoas temerárias com as consequências do desenvolvimento desta tecnologia. Ele tem defendido e investido em empresas que criem mecanismos que nos protejam e previnam que as IA se voltem contra o homem.

Este é um tema fascinante e que será o centro de muitas discussões em um futuro próximo.

Frases para refletir: –

Ficha Técnica:

ExmachinaposterTítulo: Ex Machina – Instinto Artificial
Título Original : Ex Machina
País : Inglaterra
Ano: 2015
Diretor: Alex Garland
Nota IMBD: 7,7

Nota Rotten Tomatoes: 92 % (crítica) 86% (audiência)

Premiações: 30 premiações e 80 nomeações (incluindo nomeação para Globo de Ouro)

 

 

Trailer:

Tags : resenha
Rogerio Chinen

O Autor Rogerio Chinen

médico formado na UNIFESP
aficcionado por cinema e tecnologia
interessado em questões filosóficas e sobre o conhecimento humano
idealizador, criador e webmaster do site Espiral de Valor

Leave a Response

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE