fechar
childandmother

O que as crianças podem nos ensinar?

Vivemos em um mundo com muita intolerância e impaciência. A resposta por um mundo mais harmônico está mais próxima do que imaginamos.

Assista este excepcional e emocionante vídeo da School of Life.

 

Transcrição do vídeo:

 

Nós tendemos a ser muito bons em entender como amar as crianças.

Nós somos muito pacientes com eles.

Nós buscamos desculpas com imaginação para explicar mal comportamento.

Nós não levamos seu comportamento enlouquecedor para o lado pessoal.

Mas com adultos, tendemos a estar em um estado mental bem diferente.

Nós assumimos os piores motivos.

Imagine se aplicássemos as mesmas técnicas para amar um adulto como fazemos naturalmente ao amar uma criança.

Imagine se demonstrássemos uma paciência constante.

Imagine se tomássemos conta das necessidades do outro.

Imagine se lembrássemos que somos adultos.

Imagine se não descontássemos um no outro.

Deveríamos procurar por explicações que não fossem tão ácidas.

É incrível o que nos tornamos – na maioria das vezes – tão bons em amar as crianças.

Agora nós precisamos aprender como amar e perdoar, as partes infantis do outro.

 

Incrível !

 

O estresse da vida moderna tem tornado as pessoas ariscas e defensivas.

Muitos relacionamentos são destruídos na medida em que  muitas das frustrações e angústias, acumuladas no nosso dia a dia, são descontadas naqueles mais próximos de nós.

Na maioria das vezes, a inocência e fragilidade das crianças transformam-nos e desperta um nível de amor e tolerância dificilmente vistos em outras situações.

É exatamente como o vídeo demonstra: aceitamos momentos de descontrole, somos muito mais propensos a perdoar e buscamos razões aceitáveis para justificar comportamentos ruins.

Com os adultos, inclusive aqueles que amamos, fazemos o contrário: não toleramos o mínimo momento de descontrole,  é difícil perdoar falhas e habitualmente guardamos rancor e sempre pensamos o pior para justificar comportamentos ruins.

Por que não aprendemos estes ensinamentos e aplicamos nos nossos relacionamentos de uma forma generalizada?

Com certeza, o mundo seria muito mais tolerante e harmônico.

O mundo teria muito mais amor.

Se você gostou do post, compartilhe.

 

Fonte:

Video – Canal do You Tube – School of Life

Tags : comportamentofilhosreflexão
Rogerio Chinen

O Autor Rogerio Chinen

médico formado na UNIFESP aficcionado por cinema e tecnologia interessado em questões filosóficas e sobre o conhecimento humano idealizador, criador e webmaster do site Espiral de Valor

Leave a Response

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE